Tags
Destaque

Matrizes doutrinárias do corporativismo sindical contemporâneo: notas sobre o campo da Doutrina Soci


ronaldo_teodoro.jpg

O presente artigo procura compreender a influência da Doutrina Social Católica (DSI) no mundo do trabalho na primeira metade do século XX. Tendo em vista os desafios sociais que envolviam o cenário europeu, o artigo aborda a ideia segundo a qual, ao atribuir centralidade ao sindicalismo, a tradição católica teria formulado uma linguagem corporativa de construção e acesso a direitos. Por tais vias, ao envolver o plano institucional e o nível praxiológico do trabalhismo moderno, a gramática corporativa seria entendida como um percurso adequado à formação do interesse público. A conclusão é que ao lançar luz sobre a DSI, apresenta-se a dimensão histórica do sindicalismo para além das matrizes liberal e marxista, contribuindo à polemização dos vínculos naturalizados pelos quais tem sido explicada a conquista corporativa de direitos nas democracias contemporâneas.

Publicado na Revista Oficina do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (2013).