Tags
Destaque

Pensamentos Amefricanos contra o déficit decolonial em Walter Mignolo

Artigo publicado por Débora Menezes Alcântara na Revista REALIS (v. 8, n. 1, 2018), que apresentar, por um lado, uma leitura crítica de determinadas concepções fundantes das produções acadêmicas do pensamento decolonial, as ideias de paradigma outro e pensamento fronteiriço, assim como a forma em que a ideia de modernidade e por elas concebida. Com isso, procuramos advertir para uma tendência a um déficit decolonial na elaboração dessas concepções que possa incidir de forma enfraquecedora sobre o próprio projeto decolonial, que é a libertação. Por outro lado, partindo da crítica a tais contradições presentes no pensamento decolonial, procuramos argumentar sobre a potência decolonizadora em categorias forjadas nos pensamentos de intelectuais afrolatinoamericanas, a exemplo de Lélia Gonzalez e Beatriz Nascimento; categorias, estas, que perfazem um caminho reflexivo e ativo, alternativo a determinadas proposições do pensamento decolonial e que merecem ser retomadas e (re)introduzidas de forma mais significativa nos debates sobre projetos intelectuais emancipatórios da regia o. As reflexões aqui expostas se deram através de uma leitura comparada de autores inscritos na vocalização do “colonizado” e do tensionamento entre suas ideias e expresso es epistêmicas.



Para acesso e download clique aqui.